Academias esportivas: atividade essencial à preservação da saúde física e mental

Academias esportivas: atividade essencial à preservação da saúde física e mental

Tratadas, equivocada e injustamente, como ambiente de recreação, as academias do Distrito Federal, permanecem fechadas desde 15.03.2020. Ocorre que, a prática regular de atividades físicas é, comprovadamente, instrumento eficaz e indispensável à promoção e manutenção da saúde física e mental do ser humano de forma geral.

Esse entendimento foi, inclusive, esposado pelo Presidente da República no Decreto nº 10.344, de 11 de maio de 2020, em que foram incluídas as academias como atividades essenciais. No entanto, as academias do DF permanecem fechadas, amargando prejuízos inestimáveis, endividamento severo, demissão em massa de funcionários e até mesmo, a falência.

E aí? Os empresários, proprietários de academias, devem esperar o pior ocorrer para tomar uma decisão? É certo que não.

Será que somente a reabertura (ainda sem data definida) será suficiente para restabelecer o equilíbrio financeiro e a “tranquilidade” gerencial perdidos com o fechamento? A resposta aqui, também não parece tão animadora.

Isso porque, mesmo após a liberação para funcionamento, a existência de planejamento eficaz, será vital aos empresários, tendo em vista que, em outros estados da federação onde as academias foram autorizadas a funcionar, foi observada diminuição considerável de frequentadores, baixa incidência de novas adesões e ocorrências de cancelamentos de planos.

O momento requer orientação e planejamento eficientes, para buscar as melhores estratégias jurídicas, para gerir e enfrentar a crise em todas as áreas da empresa, sem que o empresário precise para isso, colocar em risco a continuidade de seu negócio e o patrimônio de uma vida toda.

As alternativas são as mais diversas e tem como premissa básica, o aproveitamento das oportunidades oferecidas pela nossa legislação, para garantir a superação da crise pelas academias esportivas que, além de representar importante segmento empresarial para a economia brasileira, é atividade essencial à preservação da saúde física e mental, características valorizadas, ainda mais, nesse momento de pandemia.

Michelle Dias

Fechar Menu
WhatsApp chat